Doutorado em Desenvolvimento Local

Indique a um amigo

Teses

+ A ROTA BIOCEÂNICA COMO CAMPO DE POSSIBILIDADES PARA O DESENVOLVIMENTO DA ATIVIDADE TURÍSTICA
  • Discente:
    • Thiago Andrade Asato
  • Resumo:

    A presente tese intitulada “A Rota Bioceânica como campo de possibilidades para o desenvolvimento da atividade turística” relaciona-se ao histórico de mais de 20 anos de governos anteriores, a priori brasileiros, bolivianos, e chilenos, na tentativa de abertura de uma rota de integração que diminuísse a escala de tempo e custo para escoamento de grãos com destino aos portos da Ásia, Costa Leste dos Estados Unidos, Canadá e Oriente Médio. Em tal contexto, o Corredor é um espaço físico de passagem, e a Rota contempla o dinamismo de integração humana, social, comercial, cultural e ambiental. Daí sua ampla relevância para a academia, o poder público e a iniciativa privada. O objeto de pesquisa, portanto, recai sobre a possibilidade de uma nova demanda transnacional que envolve quatro países. A partir de iniciativas de empresas privadas do setor de transporte, problemas centenários de escoamento de produtos agrícolas para a Ásia e apoio do governo federal, a denominada “Rota Bioceânica” ou “Rota de Integração Latino-Americana (RILA)”, pode-se transformar, além de um corredor de escoamento da produção agrícola de Brasil, Paraguai, Chile e Argentina, numa Rota Turística Transnacional, em outras palavras, com atividades comuns que beneficiem a todos os países que a compõem. O objetivo geral deste trabalho, portanto, consiste em analisar o potencial turístico da RILA e sua conotação para o desenvolvimento do território sul-mato-grossense e demais países da rota. O estudo apresenta o método dedutivo embasado em pesquisas bibliográfica e exploratória, em face da descrição e da caracterização teórica assim como a pesquisa documental, pelo acesso a arquivos e documentos durante a investigação, como também a pesquisa de campo, para a observação e a coleta de dados do programa em análise. A abordagem é qualitativa, em virtude da análise textual e estatística dos dados feita pelo software livre Interface de R pour les Analyses Multidimensionnelles de Textes et de Questionnaires (Iramuteq).Para tanto, esta pesquisa se estrutura, basicamente, em três capítulos que tratam de assuntos pertinentes à temática central do estudo, quais sejam, respectivamente: i) as discussões conceituais acerca do Corredor Bioceânico, seus desafios presentes e futuros de ordem territorial, social, ambiental e econômica a partir da implementação de uma nova rota; ii) os aspectos do território, desenvolvimento local, turismo e desenvolvimento e as respectivas relações desses elementos com e no Corredor Bioceânico e; iii) estudo das discursividades dos atores institucionais da rota, utilizando-se da Teoria da Análise Crítica do Discurso, na perspectiva de Van Dijk. Os resultados permitem demonstrar que, em relação ao desenvolvimento econômico produtivo, a Rota representará um aumento na circulação de pessoas e mercadorias, novas perspectivas de geração de emprego e renda, consequente desenvolvimento dos municípios participantes e, por conseguinte, estreitamento das relações entre os países do Corredor. Já no que concerne ao desenvolvimento turístico, estima-se que a Rota viabilizará o fomento às atividades turísticas, resultando em aumento do fluxo turístico, inicialmente por meio de roteiros integrados dos principais destinos turísticos de cada país, dinamizados pela integração cultural e diversidade ambiental. Oportunizará o desenvolvimento turístico no Chaco Paraguaio, potencializará a relação entre Chile e Argentina e os demais países bem como a oferta dos destinos de Salta, Jujuy e San Pedro de Atacama e por fim, favorecerá ainda o aumento do fluxo de turistas e visitantes em território sul-mato-grossense.

  • Data da Defesa: 28/05/2021
  • Download: Clique aqui
+ RUA 14 DE JULHO DE CAMPO GRANDE - MS: UMA INTERSECÇÃO ENTRE EDUCAÇÃO PATRIMONIAL DA REDE MUNICIPAL DE ENSINO E O PATRIMÔNIO HISTÓRICO-CULTURAL, NA PERSPECTIVA DO DESENVOLVIMENTO LOCAL
  • Discente:
    • Magali Luzio Ferreira
  • Resumo:

    A presente pesquisa investiga os pressupostos do patrimônio histórico-cultural, com enfoque na educação patrimonial, tendo por objeto de estudo a Rua 14 de Julho de Campo Grande - MS. Os participantes foram professores, alunos da Rede Municipal de Ensino, técnicos da Secretaria Municipal de Educação/SEMED e da Secretaria da Cultura e Turismo/SECTUR. Os métodos utilizados foram indutivo-dedutivo/quali-quantitativo, partindo da observação e análise de informação para se chegar ao consenso. Ocuparam-se desta análise a espacialidade, a história, as mudanças e permanências que ocorreramm com o tempo neste lugar. As argumentações teórico-metodológicas estão presentes nos estudos de autores que se debruçam nos assuntos, tais qual: patrimônio cultural material/imaterial, memória, espaço, lugar, território/territorialidade, reterritorialidade e desenvolvimento local. O panorama histórico e patrimonial exibido compôs com as imagens e contextualizações históricas do mundo, Brasil e da cidade de Campo Grande - MS. Nesta pesquisa, discutem-se o histórico da Rua e sua necessidade de revitalização. Os dados foram coletados e apresentados partindo das experiências pedagógicas dos professores, depois de uma prévia preparação para a execução dos trabalhos. Desse modo, esta seara acadêmica proporciona esteio para os estudos e pesquisas em educação patrimonial, com vistas ao desenvolvimento local.

    Download: CLIQUE AQUI

  • Data da Defesa: 01/03/2021
+ MICROEMPREENDEDORES INDIVIDUAIS: UMA ABORDAGEM COMPLEXA DE EMPREENDEDORISMO NO AMBIENTE SOCIOECONOMICO DE TRÊS LAGOAS/MS
  • Discente:
    • Raquel Prediger Anjos
  • Resumo:

    A pirâmide empreendedora do desenvolvimento endógeno na abordagem complexa do empreendedorismo constitui-se pelo empreendedor, a organização e o ambiente empreendedor. O empreendedor é visto como catalisador da atividade empreendedora, a organização complementa e suplementa suas ações e o ambiente empreendedor proporciona os recursos necessários, trazidos pelos laços construídos no seu ambiente de entorno. O objetivo da pesquisa é identificar e analisar, numa abordagem complexa do empreendedorismo, as potencialidades e dificuldades enfrentadas pelos Microempreendedores Individuais do meio socioeconômico de Três Lagoas/MS, na dinamização do desenvolvimento endógeno. O objeto de estudo são os MEIs, do município de Três Lagoas (MS), no ano de 2020. O estudo é exploratório, e o método de Abordagem Integrada. As informações obtidas junto aos sujeitos da pesquisa, 276 por meio de um questionário estruturado, aplicado via formulário Google aos MEIs do município e 57 por entrevista semiestruturada aplicada diretamente a eles. Complementase com entrevistas às organizações de apoio aos MEIs e ao Coordenador agente de desenvolvimento local. Utilizou-se o sistema RStudio e o Iramuteq para análise estatística dos dados. Concluiu-se que o Microempreendedor Individual, que aparenta trabalhar e formaliza-se sozinho, está inserido em um processo sistêmico e depende do suporte do ambiente socioeconômico no qual está inserido. E, apesar de toda limitação dada pela sociedade em que vive, existem oportunidades e recursos disponíveis para seu desenvolvimento. Dos recursos utilizados pelos empreendedores que podem potencializar o desenvolvimento dos seus negócios encontram-se o controle sobre o negócio e informações de Contadores e o apoio familiar e de amigos para ampliar a rede de relacionamentos. Também a junção de alguns recursos, como fazer cursos, ter produtos ou serviços diferentes da concorrência, buscar inovar e ter uma localização para o negócio lhes favorece, que foi encontrado em 37% dos empreendimentos. Se destacaram ainda ter experiência profissional, ter dinheiro guardado para investir e planejamento financeiro, antes de abrir o negócio. O crédito bancário se mostrou um recurso relevante para a inovação de produtos e serviços e tem sido voltado para capital de giro e compra de matéria prima e estoques. Não foi encontrada correlação com o desejo de expansão dos MEIs e empréstimos bancários. Foram encontradas muitas entidades de apoio no município, embora pouco aproveitadas pelos MEIs e algumas iniciativas da administração pública, que revertem em uma maior capacidade de adaptar produtos e serviços a novos mercados.

    DOWNLOAD: CLIQUE AQUI

  • Data da Defesa: 14/12/2020
+ LIXO VIRTUAL: DANOS AO DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL NOS TERRITÓRIOS
  • Discente:
    • Mário Márcio da Rocha Cabreira
  • Resumo:

    Trata-se da caracterização do Lixo Virtual (LV) como categoria de análise, partindo-se de analogia com o “lixo comum” e da visão sistêmica de um modelo assentado nas dimensões ambiental, econômica e sociocultural, tripé da sustentabilidade. Nesse cenário, existem ações que representam riscos e prejuízos ao desenvolvimento sustentável, nos territórios original (real) e projetado (virtual), inclusive para as relações pessoais, as quais passam a ser vivenciadas em novo paradigma. O problema central da investigação é o impacto negativo do LV no desenvolvimento sustentável dos territórios. O objetivo foi verificar os danos causados pelo LV no desenvolvimento sustentável nos territórios. A pesquisa se enquadra como exploratória, crítico-descritiva, bibliográfica, documental. Foram utilizadas como base para o referencial bibliográfico as ideias de Jean Baudrillard, Manuel Castells, Pierre Lévy, Umberto Eco e Zygmunt Bauman. A relevância do tema se deve, sobretudo, ao fato de que os conceitos de território e territorialidade, e-território e ciberterritório, fake News e LV são pertinentes a diversas áreas do conhecimento, e compreendê-los com mais precisão, propugnando o desenvolvimento de técnicas e procedimentos nos diversos campos de estudo, ou na atuação profissional, contribuirá para tornar mais segura a vida em sociedade. Os resultados confirmaram a hipótese inicial de que o LV é danoso ao desenvolvimento sustentável nos territórios. As conclusões apontaram para uma equivocada demonização da virtualidade e da tecnologia, as quais foram criadas, são usadas e controladas, ou não, pelos seres humanos, sendo, portanto, responsabilidade deles dominá-las e fazer uso de forma ética. Para tanto, é necessário investir em educação digital e democratizar o acesso à Internet.

    Download: CLIQUE AQUI

  • Data da Defesa: 11/12/2020
+ POR UMA POÉTICA DO HABITAR: UMA ABORDAGEM FENOMENOLÓGICA DO DESENVOLVIMENTO
  • Discente:
    • Victor Hugo de Oliveira Marques
  • Resumo:

    A tese aqui apresentada diz respeito a uma “discussão filosófica acerca do tema do desenvolvimento”. Esta se caracterizou por uma abordagem que identificasse formalmente os limites dos esforços teóricos existentes sobre o desenvolvimento. Para isso, optou-se pela leitura fenomenológica dos sentidos e significados históricos e semânticos do desenvolvimento desde o pensamento de Heidegger. Com efeito, ela serviu para: diagnosticar os fundamentos do desenvolvimento econômico, denominada como a Questão do Desenvolvimento; e prognosticar uma nova compreensão do desenvolvimento a partir do próprio locus (o fenômeno do habitar) da conceitualidade ocidental, ou seja, rever os fundamentos ontológicos para o desenvolvimento. O procedimento utilizado, a fim de descrever o desenvolvimento como um fenômeno, revelou duas estruturas (capítulos): uma ôntica, cujo diagnóstico é o desvelamento do fenômeno do desenraizamento; e uma ontológica, desde a qual o desenvolvimento é intentado em sua possibilidade ontológica, qual seja o desenvolvimento local. Deste modo, a discussão ôntico-ontológica do fenômeno do desenvolvimento permitiu abrir os seguintes problemas, respectivamente: a crítica da ideia de sujeito moderno e o lugar do homem no desenvolvimento, o problema do território (a matematização e a desterritorialização do local) e o problema da erradicação do desenvolvimento por meio da Economia global; e, diante disso, é possível teorizar uma superação do sentido moderno da Economia e recolocá-la, ontologicamente, desde um geodesenvolvimento. Por meio desta realocação, pensa-se ser possível projetar uma ontologia do desenvolvimento.

  • Data da Defesa: 13/11/2020
  • Download: Clique aqui
+ “SAUDADE DO CHEIRO DO RIO” EMPREENDIMENTOS HIDRELÉTRICOS NA BAP E OS CAMINHOS DE RESISTÊNCIA DA VOCALIDADE RIBEIRINHA
  • Discente:
    • Silvia Cristina Santana Zanatta
  • Resumo:

    Esta tese reúne elementos que poderão ajudar na formação de uma mentalidade mais autocrítica, no que tange à retórica falaciosa que envolve todo o processo de produção de energia hídrica no Brasil. Tomamos como território a ser observado a Bacia do Alto rio Paraguai, onde nosso trabalho se fixou em sinalizar a insignificância da energia hídrica gerada pelas usinas hidrelétricas de grande, médio e pequeno porte, assim como os impactos ambientais, sociais e econômicos decorrentes do processo de implantação destas obras de infraestrutura. Após um olhar mais macro sobre o território nos voltamos a estudar a porção sudoeste do estado de Mato Grosso e direcionamos nossa atenção para escutar as comunidades de pescadores ribeirinhos que vivem entre os municípios de Indiavaí, Araputanga, Jauru, Figueirópolis do Oeste e Porto Esperidião, impactados pela construção de seis empreendimentos hidroelétricos, instalados no rio Jauru, essencial para a constituição e sobrevivência destes povos. Esse estudo de caso é relevante porque reflete um padrão ocorrente em toda a Bacia. A pesquisa está dividida em três partes. Na primeira, foi construído um referencial teórico-conceitual sobre a Bacia do Alto rio Paraguai, suas potencialidades, fragilidades e seus ciclos de ocupação, sobre a produção energética brasileira e o papel da BAP neste segmento, sobre consequências da transformação do território e conflitos socioambientais. A segunda parte é dedicada ao caso do rio Jauru e expõe os pontos falaciosos do discurso de que estas usinas são fomentadoras de desenvolvimento, impulsionadoras da economia regional. O capítulo mostra, ainda, as consequências da instituição forçada de um “novo” modelo de desenvolvimento para um local que, por si só, já havia encontrado uma forma genuína de organização e sobrevivência. Na terceira parte, também direcionada ao rio Jauru, registramos como pescadores ribeirinhos tiveram seu modo de vida e seu sistema orgânico de funcionamento sequestrados para a implementação de novo modelo de desenvolvimento, reagiram e estão saindo da condição de “meros impactados”, para se tornarem protagonistas de um grupo de resistência que reivindica o que lhes é de direito. A tese foi construída a partir de dados quantitativos e qualitativos. Grande parte dos dados quantitativos é inédita e foi produzida a partir de dados oficiais, em estreita comunicação com populações locais e referenciamento geocartográfico. As análises qualitativas se alimentaram, essencialmente, a partir do campo e da fala dos atores locais que vivenciam os efeitos produzidos na sua experiência territorial de ver o seu ambiente vital ser impactado por uma onda opressora de “desenvolvimento”. A pesquisa foi realizada com base na hipótese de que, no processo ainda em curso de ocupação da BAP como território produtor de energia hídrica, a tendência é que as Usinas Hidrelétricas não contribuam de forma significativa para o painel nacional de produção de energia e, muito menos, para o desenvolvimento local e sustentável dos municípios onde são instaladas. Isso porque o Estado é deficiente para promover a governança dos múltiplos usos das águas, bem como a gestão socioambiental equilibrada da BAP. Como se verificou no estudo de caso do rio Jauru, as expectativas em relação ao desenvolvimento local que deveria ser promovido pelas usinas não se concretizam, e isso se deve ao fato de se conferir prioridade aos interesses do setor elétrico. Apenas ações mitigatórias, indenização e promessas infundadas não são suficientes para garantir o bem-estar destas populações atingidas, nem a sustentabilidade do ambiente natural.

    Download: CLIQUE AQUI

  • Data da Defesa: 06/11/2020
+ A PARTICIPAÇÃO DE NEGROS, MULHERES E ÍNDIOS NA GUERRA DO PARAGUAI (1864-1870) E OS MONUMENTOS HISTÓRICOS CULTURAIS DA RETIRADA DA LAGUNA (1867)
  • Discente:
    • Adilso de Campos Garcia
  • Resumo:

    A Tese aborda o episódio da Retirada da Laguna (1867), inserido na Guerra do Paraguai (1864-1870). Nesse contexto, o objetivo é discutir sobre finalidade e participação dos soldados negros, das mulheres e dos índios na Guerra do Paraguai, descrever aspectos históricos e geográficos referentes aos monumentos que rememoram a Retirada da Laguna e examinar a perspectiva do turismo histórico cultural com base na análise sobre o sentimento de pertença dos estudantes em relação a esses monumentos. Optou-se pelo método dedutivo, que propiciou a pesquisa qualitativa e quantitativa; empreendeu-se o levantamento bibliográfico em documentos, textos, artigos científicos e obras especializadas sobre a temática abordada. Aplicou-se um questionário a 394 estudantes dos municípios sul-matogrossenses de Nioaque, Jardim e Bela Vista. Para a análise dos dados, utilizou-se a técnica da Análise de Conteúdo de Bardin (1977), cujas categorias foram determinadas com a ajuda do software IRaMuTeQ. Como resultados advindos da pesquisa bibliográfica, têm-se as seguintes evidências: a participação dos soldados negros, ainda que decorrente dos interesses do governo Imperial e das elites dominantes, teve sua importância no episódio da Guerra do Paraguai; lutar na guerra levou-os, de algum modo, à liberdade das senzalas, por meio da carta de alforria, e propiciou-lhes uma condição mínima de cidadania. Com relação à participação das mulheres junto ao Exército Brasileiro considera-se ter sido de importância crucial. Os indígenas contribuíram de modo estratégico e providencial na ação de se expulsarem os invasores paraguaios das terras localizadas no sul da Província de Mato Grosso. Com base no questionário aplicado aos estudantes, verificou-se que, conquanto tenham conhecimento acerca da Retirada da Laguna e seus monumentos históricos culturais, colige-se diminuto, da parte deles, o sentimento de pertença em relação a esses patrimônios.

    Download: CLIQUE AQUI

  • Data da Defesa: 31/07/2020
+ O PROTAGONISMO DA PESSOA SURDA DO PONTO DE VISTA DO DESENVOLVIMENTO LOCAL
  • Discente:
    • Adriano de Oliveira Gianotto
  • Resumo:

    A presente pesquisa de doutorado, que tem como tema “O protagonismo da pessoa surda do ponto de vista do desenvolvimento local” é orientado pelo método fenomenológico com vertentes que enfatizam conceitos sobre visibilidade, invisibilidade social, protagonismo, territorialização, traçando um paralelo com a história da educação dos surdos, a ação do empoderamento e o movimento surdo em Mato Grosso do Sul. O objetivo geral que norteou a pesquisa foi o de examinar a visibilidade dos sujeitos protagonistas que viabilizaram a disseminação das Línguas de Sinais e que, consequentemente, possibilitaram o reconhecimento da Língua de Sinais enquanto língua formal. E para direcionar o olhar três questionamentos nos auxiliaram: a reflexão sobre as materialidades linguísticas expostas em alguns documentos oficiais que versam sobre a invisibilidade e depois a visibilidade da pessoa com deficiência, ênfase nos direitos legais, desde o discurso bíblico até às leis; como contribuir com o processo protagonista da pessoa surda do ponto de vista do desenvolvimento local; qual é a importância da construção do protagonismo da pessoa surda. No decorrer desta pesquisa nos deparamos com situações que “desterritorializam”, linguisticamente, o povo surdo; ausência de visibilidade, de protagonismo e de lutas pela valorização da língua e de seus usuários natos. Trazer à tona está temática e colocá-la em pauta para possíveis reflexões e ações que visam diminuir as barreiras sociais, contribuir com novas propostas nas legislações municipais; ampliar o desenvolvimento local, no sentido linguístico do termo, e promover o entrelaçamento linguístico entre surdos e ouvintes são os resultados que esperamos obter neste percurso históricolinguístico pela qual “navegaremos”. A metodologia utiliza-se de fontes teóricas a partir de análises bibliográficas de autores dentre eles: Edmund Husserl, Skliar (1997, 2012) e Strobel (2009), Wrigley (1996), Rodrigo Rosso Marques (2005), Merleau Ponty (2005) e Michel Foucault (2004) e consistiu em realizar entrevistas sobre subitens relacionados ao tema, os mesmos foram respondidos pelo “ferramenta” virtual Google Drive. Pretende-se evidenciar o surdo, a Libras, a cultura, a nossa identidade e as práticas educacionais e sociais que já estão sancionadas legalmente e que por não terem sido implementadas agravam a exclusão social dos surdos. Foram salientadas as ações que visam promover a equidade, a acessibilidade e a autonomia linguística da pessoa surda. E concluiremos a partir de sucessivas descrições se o fenômeno sujeito surdo em nossa contemporaneidade e território tem sua visibilidade social, linguística e principalmente se ele é protagonista de sua própria história.

  • Data da Defesa: 10/07/2020
  • Download: Clique aqui
+ ECODESIGN, ECONOMIA CIRCULAR E LOGÍSTICA REVERSA COMO FERRAMENTAS PARA A SUSTENTABILIDADE: UM ESTUDO DE CASO DE INICIATIVA LOCAL E RESSIGNIFICAÇÃO DO USO DO VIDRO EM BONITO – BRASIL
  • Discente:
    • Lorene Almeida Tiburtino da Silva
  • Resumo:

    Mudanças nos padrões de consumo associadas ao aumento populacional aumentam a produção de resíduos sólidos, cujo gerenciamento torna-se um grave problema, especialmente quando se trata dos danos ambientais. Entre os resíduos o vidro precisa de especial atenção, pois seu tempo de decomposição é indeterminado. Os problemas operacionais relatados abrangem riscos de acidentes de operadores e coletores e acumulam diversas outras situações, que surgem a partir do descarte inadequado. Neste sentido, algumas alternativas estão sendo desenvolvidas no intuito de minimizar tais problemáticas. Entre elas o ecodesign, a economia circular e a logística reversa, consideradas grandes aliadas potenciais, especialmente por proporcionarem uma ressignificação para o material residual, denominado como lixo. Daí surge o objetivo geral desta tese, que é contribuir com a ampliação das discussões sobre ecodesign, economia circular e logística reversa, avaliando-os como ferramentas para o desenvolvimento local e sustentabilidade. A tese está organizada em forma de um capítulo introdutório e quatro artigos. A estrutura dos artigos foi elaborada da seguinte forma: i) O artigo 1 é uma revisão sistemática contendo o histórico e a evolução da logística reversa em um panorama acadêmico e uma análise aprofundada para o Brasil. ii) O artigo 2 relaciona o Ecodesign na perspectiva do Desenvolvimento Local e da Sustentabilidade, de forma ampla. iii) O artigo 3 realiza a avaliação do tratamento de resíduos sólidos no município de Bonito, MS, correlacionando-a com dados globais e por fim, iv) O artigo 4 aborda de forma dinâmica o estudo de caso de resíduos de vidro e sustentabilidade, como inciativa local, no mesmo município. O principal resultado da tese foi testar positivamente a possibilidade de ampliação da perspectiva sobre a sustentabilidade, constatando a integração entre políticas públicas, inovação de atores de mercado e educação de usuários finais. De fato, a tese aponta que essa integração é indispensável para a implantação de perspectivas modernas, tais como o ecodesign, a logística reversa e o modelo da economia circular, que são aptas para otimizar o enfrentamento de questões ambientais e a gestão de resíduos. Ademais, a tese mostrou a fecundidade de estudos de caso complexos usando um método misto, para o estudo de problemas sistêmicos.

  • Data da Defesa: 24/04/2020
  • Download: Clique aqui
+ AS FEIRAS DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA DO IFMS: DISSEMINAÇÃO DE CONHECIMENTOS COM PERSPECTIVAS DE DESENVOLVIMENTO
  • Discente:
    • Edilene Maria de Oliveira
  • Resumo:

    Esta tese focaliza a potencialidade das Feiras de Ciência e Tecnologia do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso do Sul - IFMS, nos diferentes contextos nos quais se manifestam em Mato Grosso do Sul e sua relação com a Estratégia Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação - ENCTI (2016 - 2022) com vista ao desenvolvimento e suas interfaces. Objetiva de forma geral, verificar se as feiras de ciência e tecnologia do IFMS (Fecipan, Fecifron, Fecitel e Fecintec) cumprem o proposto em suas missões institucionais e de que maneira suas ações colaboram com as propostas contidas na Estratégia Nacional da Ciência, Tecnologia e Inovação vigentes. Especificamente, objetiva demonstrar a importância da Ciência, Tecnologia e Inovação para o desenvolvimento e suas interfaces; contextualizar o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Mato Grosso do Sul - IFMS; realizar pesquisa documental junto ao IFMS sobre as edições das Feiras de Ciência e Tecnologia; coletar as percepções dos responsáveis pelas escolas participantes das feiras, professores orientadores e alunos, quanto aos impactos das edições das feiras do IFMS. Com relação à problemática, busca responder se as Feiras de Ciência e Tecnologia do IFMS com relação às suas missões e ações têm cumprido seus propósitos frente às propostas contidas na Estratégia Nacional da Ciência, Tecnologia e Inovação - ENCTI (2016-2022). A hipótese demonstra que as feiras de ciência e tecnologia promovidas pelo IFMS podem ser consideradas uma estratégia eficaz e efetiva no despertar do interesse de estudantes e identificação de jovens talentosos para a promoção e popularização da pesquisa e inovação como atividade empreendedora, numa interação estreita com seu ambiente de vida. Visto como desenvolvimento local, esse processo exige constantes ajustes e formas de superação nos diferentes contextos nos quais se manifestam, e suas relações com as propostas contidas nas estratégias nacionais voltadas à ciência, tecnologia e inovação. Quanto à abordagem metodológica, a pesquisa pode ser considerada qualitativa com dados quantitativos. Com relação à coleta de dados, os procedimentos incluem a revisão da literatura, a pesquisa documental e a pesquisa de campo. Na análise documental, foram colhidos dados que foram quantificados e expressos em quadros estatísticos e gráficos percentuais, com a utilização da ferramenta IRAMUTEQ e para a análise das percepções coletadas foram utilizadas categorias analíticas da Análise do Discurso na perspectiva de Teun Van Dijk. O resultado da pesquisa leva a perceber um enorme potencial das Feiras de Ciência e Tecnologia do IFMS no que se refere ao apoio a Estratégia Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação 2016-2020 do Governo Federal. Infere-se ainda nesta tese, que as Feiras de Ciência e Tecnologia do IFMS cumprem seu papel e podem ser entendidas como um caminho frutífero para a popularização da ciência e tecnologia, colaborando com o desenvolvimento em suas interfaces, refletindo em melhorias, quer sejam pessoais, comunidade escolar, população local, que certamente, em proporcional escala, contará para o desenvolvimento do país.

  • Data da Defesa: 16/04/2020
  • Download: Clique aqui
+ VISÃO COMPUTACIONAL PARA CLASSIFICAÇÃO DE PLANTAS DANINHAS EM LAVOURAS DE SOJA
  • Discente:
    • Nícolas Alessandro de Souza Belete
  • Resumo:

    A ocorrência de plantas daninhas em lavouras de soja tem sido um dos principais problemas para os produtores desta oleaginosa. Isso devido ao fato de que, além de competirem pelos mesmos recursos que as plantas de soja (luz, água, nutrientes e espaço), as plantas daninhas apresentam substancial impacto financeiro e ambienta para seu monitoramento e controle . Diante disso, esta tese propõe uma abordagem de visão computacional para classificar plantas daninhas, por espécie, em imagens de lavoura de soja, capturadas por veículo aéreo não tripulado (VANT), com o objetivo de auxiliar especialistas e produtores no monitoramento e controle adequado das lavouras. Esta abordagem propôs a adoção do método SLIC superpixels para segmentação e construção de dois bancos de imagens de plantas daninhas. Para o processo de classificação dois conjuntos de algoritmos foram testados. No primeiro experimento foram testados três algoritmos de aprendizado raso combinados com uma coleção de extratores de atributos de forma, cor, gradiente e textura, enquanto no segundo experimento foram testados oito algoritmos de aprendizado profundo. O método SLIC demonstrou-se eficiente no processo de segmentação e construção dos bancos de imagens. Para a abordagem com algoritmos de aprendizado raso, um conjunto composto por 2.760 imagens, distribuídas em 134, 189, 82 e 2.355 segmentos para as classes Amendoim-bravo (Euphorbia heterophylla), Capim-amargoso (Digitaria insularis), Milho (Zea mays L.) e Fundo (Solo e soja), respectivamente, foi utilizado no treinamento e teste dos algoritmos. Os melhores resultados desse experimento foram obtidos pelo algoritmo de classificação SVM com acurácia de 91,34%. Porém, no desempenho por classes o melhor resultado do SVM foi para a classe Fundo com 97,7% de acerto, seguida pelas classes Capim-amargoso (71,95%), Amendoim-bravo (36,56%) e Milho (42,68%), sendo considerado um desempenho muito baixo para as classes de plantas daninhas. Para a abordagem com algoritmos de aprendizado profundo um conjunto composto por 3000 imagens, divididas entre as classes Amendoim-bravo, Capim-amargoso e Fundo (Milho, soja e solo), foi utilizado para a realização dos experimentos. Os resultados mostraram que os modelos de aprendizagem profunda obtiveram valores superiores a 86% de acurácia, sendo considerados satisfatórios diante da tarefa de classificar, por espécie, as plantas daninhas existentes em imagens reais de lavora de soja, tendo em vista que, em condições reais, existe maior complexidade para distinguir tais espécies, dadas as características e variáveis não controláveis que o ambiente apresenta. Diante dos desempenhos obtidos pelos modelos de aprendizado raso e profundo, a abordagem proposta com o uso do método de segmentação SLIC e os modelos de aprendizado profunda é considerada a mais promissora para contribuir com especialistas e produtores rurais no monitoramento e controle de plantas daninhas em lavouras de soja.

  • Data da Defesa: 14/04/2020
  • Download: Clique aqui
+ O PROGRAMA “JUSTIÇA RESTAURATIVA NA ESCOLA” EM CAMPO GRANDE/MS SOB A PERSPECTIVA DO DESENVOLVIMENTO LOCAL
  • Discente:
    • Thayliny Zardo
  • Resumo:

    A presente tese versa sobre a Política Nacional de Justiça Restaurativa, em específico ao processo da reestruturação da convivência na escola. De modo geral, objetiva-se analisar a prática da justiça restaurativa fundamentada numa relação dialógica, aplicada na comunidade escolar do município de Campo Grande por meio do programa “Justiça Restaurativa na Escola”, no que se refere à prevenção e solução de conflitos relacionados à violência escolar e na promoção da pacificação social, sob a perspectiva do desenvolvimento local. Para tanto, a pesquisa se estrutura, basicamente, em três artigos que tratam de assuntos pertinentes à temática central do estudo, quais sejam, respectivamente: i) as teorias acerca da justiça restaurativa e do desenvolvimento local, com a verificação de possíveis convergências entre ambos os temas; ii) a violência escolar e o diálogo presentes nas instituições de ensino, relacionando-os à justiça restaurativa, enquanto alternativa pacífica para a solução de conflitos e a preservação de vínculos interpessoais e; iii) o programa “Justiça Restaurativa na Escola” executado em Campo Grande e análises estatísticas de questionários respondidos por funcionários de escolas públicas atendidas pelo programa, cujos dados são relacionados à conveniência de uso da técnica restaurativa nas redes de ensino. O estudo apresenta como metodologia as pesquisas bibliográfica e exploratória, em face da descrição e da caracterização teóricas, a pesquisa documental, pelo acesso a arquivos e documentos durante a investigação, assim como a pesquisa de campo, para a observação e a coleta de dados do programa em análise. A abordagem é quali-quantitativa em virtude da análise textual e estatística dos dados feita pelo software livre Interface de R pour les Analyses Multidimensionnelles de Textes et de Questionnaires (Iramuteq). Importante evidenciar a escassez de trabalhos científicos sobre justiça restaurativa na escola que apresentem a metodologia desta tese e que tratem da questão da plusificação, incluindo o uso de um software estatístico em Ciências Sociais Aplicadas para a interpretação pormenorizada dos dados. Os resultados permitem concluir que, em que pese haver um cenário educacional favorável à utilização da justiça restaurativa em instituições públicas de ensino de Campo Grande, o programa “Justiça Restaurativa na Escola” lida com diversas resistências como relações de poder, incompreensão social e informatização precária de dados. Para melhorar a eficiência da política pública em questão sugere-se a formulação de questionários e avaliações para aperfeiçoar as ações da equipe e aproximar o programa, as escolas e as comunidades e firmar parcerias com universidades para estudos sobre indicadores de produtividade e desempenho, assim como auxiliar a informatização e gestão dos dados e suas análises. Esses entraves impedem ganhos individuais advindos dos valores restaurativos e frustram o gozo de benefícios coletivos em razão da fragmentação de vínculos interpessoais provocada pelos conflitos e violências, cuja consequência dessas perdas é o prejuízo à plusificação da justiça restaurativa ao desenvolvimento local e ao desenvolvimento em escala humana. 

  • Data da Defesa: 13/04/2020
  • Download: Clique aqui
+ CIDADE DOS MENINOS: A APRENDIZAGEM PROFISSIONAL NA PERSPECTIVA DO DESENVOLVIMENTO LOCAL
  • Discente:
    • Leandro Henrique de Araújo Leite
  • Resumo:

    A presente pesquisa versa sobre a aprendizagem profissional de adolescentes em situação de vulnerabilidade social sob a ótica do desenvolvimento local, partindo da urgência em se discutir a inserção de adolescentes no mundo do trabalho de forma segura e que oportunize a superação dos seus riscos sociais. Este tema torna-se especialmente pertinente no momento histórico que o Brasil vivencia, no qual o desemprego alcançou altos percentuais, aumento do trabalho informal e revogação de direitos trabalhistas já adquiridos etc.. A investigação teve como objetivo analisar a contribuição da aprendizagem profissional, enquanto primeira oportunidade de acesso ao mundo do trabalho, a partir de abordagens teóricas interdisciplinares que tratam sobre o desenvolvimento local e desenvolvimento humano. De modo a garantir o rigor científico optou-se por uma pesquisa de abordagem quanti-qualitativa de caráter descritivo e explicativo, entrevistando os egressos do programa de aprendizagem profissional da Cidade dos Meninos de Campo Grande – MS. A partir do estudo realizado, constatou-se que as legislações que asseguram o direito ao trabalho protegido para adolescentes no Brasil oportunizam sua proteção, porém, não contemplam a toda a demanda de adolescentes que necessita, dessa forma, deixa vulneráveis milhares de adolescentes em situação de trabalho irregular. Validou-se, ainda, que a aprendizagem profissional contribui diretamente para a efetivação da cidadania e para o desenvolvimento humano dos adolescentes em situação de vulnerabilidade social, oportunizando-lhes o acesso a políticas públicas, permanência e progressão no ensino básico, distanciamento do uso de drogas e criminalidade, bem como fortalecimento de sua autoestima e empoderamento pessoal e social. 

  • Data da Defesa: 08/04/2020
  • Download: Clique aqui
+ EXECUÇÃO DA MEDIDA SOCIOEDUCATIVA E A PROTEÇÃO INTEGRAL A ADOLESCENTES INTERNADOS NO CONTEXTO DE DOURADOS – MS
  • Discente:
    • Joe Graeff Filho
  • Resumo:

    A adoção, pela legislação brasileira, da Teoria da Proteção Integral de crianças e adolescentes transformou em responsáveis solidários por todo seu processo de desenvolvimento, família, sociedade e Estado. A execução da medida socioeducativa de internação representa a falha de todo sistema anterior de garantias e proteção, representando o último recurso para a socioeducação do adolescente, com vistas a sua participação cidadã, como sujeito no processo de Desenvolvimento Local. Todavia, mesmo com o aumento dos números de internação de adolescentes, é alarmante o crescimento da reiteração infracional daqueles que cumprem medida de internação no País e, em particular, nas Unidades Educacionais de Internação do Município de Dourados/MS. Dessa feita, a tese teve como objetivo geral verificar a efetividade da medida socioeducativa de internação a partir do olhar de quem vivencia a realidade das condições objetivamente apresentadas pelas unidades de Dourados/MS, em sua estrutura e funcionamento, no contexto da política pública e do controle social existente na região, com base na Doutrina da Proteção Integral. Para alcançar o objetivo traçado e desvelar o fenômeno da (in)efetividade da proteção integral na execução da medida socioeducativa de internação, a pesquisa teve como metodologia uma tendência fenomenológico-hermenêutica, com abordagem qualitativa-quantitativa, com o uso dos métodos: analítico-sintético; observacional participante, comparativo e estatístico. Se caracterizou como do tipo descritivo-exploratória; empíricoanalítica, com pesquisa de campo, revisão bibliográfica e análise documental. Os resultados apontaram para ausência da proteção integral no processo de socioeducação devido a fatores de ordem estrutural das unidades e da incapacidade de sozinhas desenvolverem um programa capaz de cumprir com a finalidade jurídico-social da internação, em virtude da ausência de efetiva participação da família e da sociedade no processo. Essa condição as aproxima do conceito de instituições totais, devido à filosofia de trabalho empregada em virtude das limitações que definem a realidade das atividades desenvolvidas, sendo necessário repensar a dinâmica da internação, criando uma rede de suporte que integre além de órgãos governamentais a participação da sociedade dentre das unidades, com competências e responsabilidades definidas.

  • Data da Defesa: 24/03/2020
  • Download: Clique aqui
+ EMPREENDEDORISMO ÉTNICO DOS IMIGRANTES OKINAWANOS EM CAMPO GRANDE/MS
  • Discente:
    • Laura Aparecida Dos Santos Gomes
  • Resumo:

    Frente ao interesse em compreender o comportamento empreendedor da comunidade japonesa oriunda da ilha de Okinawa que contribuiu para o seu desenvolvimento em Campo Grande, questionou-se em que contextos ele teria sido construído e por meio de quais estratégias e recursos? O Objetivo Geral da pesquisa foi identificar, com base na origem histórica desse povo e nas condições dadas pelos processos migratórios e estratégias de permanência no país e, ainda, daquelas apresentadas no território de destino, a natureza de recursos por eles utilizados. O tipo de pesquisa foi exploratória, com o uso do método de triangulação, que combina dados da contextualização histórica, com aqueles objetivos e os subjetivos, para análise e interpretação. Na aplicação das entrevistas estruturadas foi utilizada a metodologia snowball (bola de neve) Os resultados confirmaram a hipótese inicial de que o empreendedorismo étnico dos okinawanos em Campo Grande/ MS teria sido viabilizado, sobretudo pelas estratégias de permanência e por meio da mobilização dos recursos construídos na cultura de origem, associados a recursos do meio social de relações por eles construídas (família, comunidade), com aqueles proporcionados no processo migratório e no território de destino e das suas estratégias de longo prazo

  • Data da Defesa: 02/03/2020
  • Download: Clique aqui
+ PATRIMÔNIO HISTÓRICO MUSEAL EM CAMPO GRANDE - MS: PERSPECTIVAS E DESAFIOS NO CONTEXTO DO DESENVOLVIMENTO LOCAL
  • Discente:
    • Maria Christina De Lima Félix Santos
  • Resumo:

    A tese aborda a análise histórica da concepção dos museus no mundo, com destaque para o Brasil, Mato Grosso do Sul e Campo Grande/MS, apresentando os marcos conceituais que subsidiam o estudo dessa temática, estabelecendo uma análise da realidade - o fazer museal do município de Campo Grande e aquilo que, na teoria, é entendido como boas práticas educativas museais. Nesse contexto contribuíram com a base teórica do trabalho, autores como: Michel Foucault (1984), Pierre Bourdieu (1990), Edgar Morin (1991), Paulo Freire (1997) e Stuart Hall (2014). Evidencia-se também, uma conexão entre a prática dos museus no Brasil e os estudos dos teóricos: Howard Gardner (1994), Hugnes de Varine (2013), John H. Falk e Lynn D. Dierking (2018). O estudo assinala o marco legal de museus, correlacionando-os didaticamente com exemplos de boas práticas museais em Campo Grande - MS. O problema investigado na pesquisa volta-se a falta de planejamento para desenvolvimento de ações voltadas para a gestão dos museus e o baixo fluxo de visitantes. A hipótese levantada foi a necessidade da efetivação de uma política pública voltada para a questão museal em Campo Grande - MS, com base nos preceitos da Lei nº 11.904, de 14 de janeiro de 2009, que institui o Estatuto de Museus e dá outras providências. A pesquisa foi pautada no método indutivo/dedutivo com uma abordagem sistêmica, apoiando-se em material impresso (livros, teses, jornais, artigos, imagens, documentos) e em trabalhos de campo (questionários, entrevistas e observações in loco), objetivando uma melhor compreensão da temática proposta. Vale ressaltar que há uma vertente focalizando os museus enquanto instrumentos de transformação social e a relação destes com o desenvolvimento local, por intermédio de práticas de preservação do meio ambiente e sustentabilidade, incluindo o turismo na economia. Demonstram-se no conteúdo do trabalho, os museus e projetos para a preservação da história e da memória, contemplando ações de governança, associada ao cidadão no processo de salvaguarda patrimonial e de desenvolvimento sustentável. A contribuição desta pesquisa incide na manutenção da história e da cultura campo-grandense por meio de políticas públicas e estratégias institucionais que possibilitem a preservação do patrimônio museal.

  • Data da Defesa: 16/12/2019
  • Download: Clique aqui
+ O PAPEL DO AGENTE DE DESENVOLVIMENTO LOCAL NO EXERCÍCIO DA TELECIDADANIA
  • Discente:
    • Raphael Sérgio Rios Chaia Jacob
  • Resumo:

    Desde a virada do século XXI temos convivido com a rede mundial de computadores, acompanhando a sua evolução, e percebendo o papel cada vez mais presente que esse meio de comunicação tem desempenhado sobre a sociedade como um todo. Evoluímos para a plena condição de uma sociedade digital, em que o tempo que passamos conectados na rede mundial de computadores não pode mais calculado, e a própria conexão com a rede alcança hoje patamares de serviço essencial; meios de comunicação tradicionais foram substituídos, e passamos a viver a vida não só no território físico, mas no espaço virtual. Isso abriu um leque de possibilidades para que novas ideias pudessem ser apresentadas, discutidas, e ao mesmo tempo deu espaço para que as pessoas pudessem dar voz aos seus anseios e às mais diferentes pautas sociais. A mobilização online se tornou uma realidade que não podemos mais ignorar, já que tem potencial para mudar os rumos da política moderna, o que afetou os próprios paradigmas da representatividade e governança, descentralizando as opiniões e pensamentos, e dando protagonismo a uma pluralidade cada vez maior de vozes. Nesse diapasão, importante ressaltar o papel do agente de Desenvolvimento Local como articulador e mediador desses debates, para que as mobilizações atinjam de fato os objetivos propostos. Por essa razão, a presente tese tem por objetivos gerais discorrer acerca do fenômeno do ativismo social na Internet, bem como a ascensão da telecidadania e seu potencial transformador da realidade dos cidadãos, trazendo a Internet como uma ferramenta indispensável para o exercício da cidadania, e como objetivo específico demonstrar a importância do papel do agente de Desenvolvimento Local como alguém capaz de mediar e moderar os debates horizontalizados que giram em torno de pautas convergentes. Conclui-se que os movimentos organizados em redes sociais permitem o protagonismo a qualquer cidadão, dispensando a figura da liderança centralizada que dita as pautas a serem seguidas pelo grupo, em razão do fenômeno da estigmergia. O método aplicado para a pesquisa foi o dedutivo, com estudos de caso e revisões bibliográficas.

  • Data da Defesa: 05/12/2019
  • Download: Clique aqui
+ TRABALHO DECENTE EM CONTEXTOS TERRITORIAIS FLUIDOS: A CONSTRUÇÃO DE UMA ALTERNATIVA TRIPARTITE PARA O TRABALHO REALIZADO POR INDÍGENAS DE MATO GROSSO DO SUL
  • Discente:
    • Maucir Pauletti
  • Resumo:

    Esta tese analisa a questão do trabalho como objeto de pesquisa, estudos e uma das principais dimensões do existir humano, que, devendo ser decente em sua convivência social, aborda a construção racional dos relacionamentos de escravidão, suas origens e mazelas históricas, perpassando pelas etapas em trajetória histórica, bem como as manifestações escravistas no século XXI. Reflete as diferenças entre o trabalho escravo contemporâneo e as manifestações anteriores, estabelecendo o conceito de trabalho escravo contemporâneo, vinculado à dignidade da pessoa e à liberdade dos indivíduos, postos em um coletivo. Também, a proteção do trabalhador como uma questão de direitos humanos, estatuindo que os direitos de proteção à pessoa humana são universais e não podem ser relativizados, independentemente de costumes locais ou de governantes históricos. Expõe que o trabalhador possui proteção tanto na ordem jurídica interna, quanto na externa, classificando a existência de direitos humanos trabalhistas e explica as formas pelas quais os direitos humanos trabalhistas previstos em tratados internacionais podem ser incorporados pelo Brasil, bem como a hierarquia existente, internamente, quando inserido no corpo jurídico nacional. Especifica os direitos fundamentais insculpidos na CF/1988 que garantem o exercício digno do trabalho e que são violados com a escravidão contemporânea, dando ênfase ao princípio da dignidade da pessoa humana, princípio primordial dos direitos humanos e fundamentais. Analisa o tipo penal previsto no artigo 149 do Código Penal Brasileiro, revelando que este possui como objeto jurídico, principal, a dignidade da pessoa humana e a criminalização do tráfico de pessoa com vistas ao trabalho escravo. Explicita os Planos Nacionais de Erradicação do Trabalho Escravo, bem como analisa a efetividade de suas metas, colocando a importância da “lista suja” como instrumento de Estado para o enfrentamento do problema, abordando os obstáculos a ela opostos, mas reforçando a importância de relações humanas e dignas em todo o contexto relacional, em específico nas relações laborais, pois não dá para se pensar uma sociedade, sem um Estado forte e harmonizador do conviver social no espaço das diferenças. O Trabalho Decente, garantidas estas condições, tem clima e condições de se tornar real e não apenas documento lavrado em papel, como pretende demonstrar este trabalho. Os relacionamentos laborais, base do estar em sociedade, devem ser protegidos pelo Estado, pois, só desta forma, é que se prescrevem limites à exploração motivada pelo lucro. A sociedade não precisa de um Trabalho Decente formal, precisa de relações sadias, conscientes e livremente negociadas, momento em que o trabalho coloca como experiência o Procedimento Administrativo Promocional - PROMO, uma tentativa de se humanizar as relações de trabalho no contexto das colheitas de fruta na região sul do Brasil, mas que deve ser a necessidade, por parte do Estado e da sociedade, para promover, na prática, os direitos sociais e fundamentais, a fim de se obter uma sociedade mais justa e igualitária. A pesquisa deuse via procedimentos dedutivo-analíticos, visando demostrar entendimentos postos sobre o trabalho, e indutivos reflexivos, na extensão das relações presentes no mundo laborativo.

  • Data da Defesa: 12/09/2019
  • Download: Clique aqui
+ DETECÇÃO E CLASSIFICAÇÃO DE DOENÇAS E PRAGAS DA SOJA USANDO IMAGENS DE VEÍCULOS AÉREOS NÃO TRIPULADOS E TÉCNICAS DE VISÃO COMPUTACIONAL
  • Discente:
    • Everton Castelão Tetila
  • Resumo:

    A soja (Glycine max) é uma oleaginosa com bom perfil nutricional e importante respaldo econômico para a indústria alimentícia ao redor do mundo. Desde a semeadura até a colheita, a cultura da soja está sujeita a ataques bióticos de pragas e doenças, podendo ocasionar a depreciação do produto final. Esta tese propõe criar um novo sistema de visão computacional para identificar doenças e pragas na cultura da soja que seja capaz de apresentar ao produtor o nível de infestação de cada região da lavoura para um manejo mais eficiente de suas populações. O sistema proposto baseia-se no método Simple Linear Iterative Clustering (SLIC) para segmentar as folhas das plantas nas imagens da plantação, capturadas por veículos aéreos não tripulados (VANT) de uma linha bastante popular do mercado de VANT, denominada DJI Phantom. Em seguida, técnicas rasas e profundas da aprendizagem de máquina são usadas na classificação de doenças e pragas agrícolas. Na tarefa de classificação de doenças, o desempenho das técnicas de aprendizagem de máquina supervisionada foi avaliado para cinco alturas de voo diferentes: 1, 2, 4, 8 e 16 metros. Com técnicas rasas (SVM, k-NN, Naive Bayes, J48, AdaBoost e Random Forest) e atributos visuais das folhas (cor, gradiente, textura e forma), os experimentos sustentaram a hipótese de que as alturas de voo mais próximas entre o VANT e a planta apresentam maiores taxas de classificação correta (TCC). Para aprendizagem rasa, especificamente usando o classificador SVM, os experimentos alcançaram 98,34% na identificação da doença foliar usando alturas de voo entre 1 e 2 metros, com decaimento de 2% a cada metro, uma vez que a resolução da planta na imagem diminui para uma altura de voo mais alta. Os experimentos também confirmaram que mesmo catalogando novas doenças e aumentando o número de 3 para 6 classes, não houve evidência de diferença estatística significativa das métricas de desempenho para os dados coletados pelo VANT a 2 metros de altura da plantação. Com técnicas de aprendizagem profunda, quatro modelos reconhecidos pela concorrência no ImageNet foram avaliados para o reconhecimento automático de doenças foliares da soja, usando diferentes estratégias de fine-tuning (ajuste fino) e transfer learning (transferência de aprendizagem), sobre um conjunto de 3.000 imagens capturadas em condições reais de campo. Aumento de dados (data augmentation) e função de abandono dropout foram usados durante o treinamento da rede para aumentar a quantidade de dados e eliminar aleatoriamente alguns dos neurônios ocultos na rede, evitando o sobreajuste (overfitting). Os resultados mostraram que os modelos Inception-V3, Resnet-50, VGG-19 e Xception alcançaram taxas de classificação mais altas usando a estratégia de ajuste fino, atingindo 99,04% de amostras classificadas corretamente. Do mesmo modo, os modelos de aprendizagem profunda foram avaliados para a tarefa de classificação de insetos da soja, usando diferentes estratégias de fine-tuning e transfer learning, sobre um conjunto de 5.000 imagens coletadas diretamente do campo com a câmera de um smartphone. Os resultados mostraram que os modelos de aprendizagem profunda treinados com um ajuste fino atingiram maiores taxas de classificação em comparação a outras abordagens, alcançando uma acurácia de até 93,82%. Além disso, os modelos de aprendizagem profunda superaram nos experimentos os métodos de extração de atributos tradicionais, como SIFT e SURF com a abordagem histograma de palavras visuais, o método de aprendizagem semi supervisionada OPFSEMImst e os métodos de aprendizagem supervisionada usados para classificar imagens, como SVM, k-NN, Naive Bayes, J48, AdaBoost e Random Forest. Na tarefa de contagem de insetos-praga, três modelos de aprendizagem profunda foram avaliados. Os pesos da rede neural convolucional (RNC) DenseNet-201 FT - que obteve o maior valor para a acurácia (94,89%) na tarefa de classificação - foram usados em nosso sistema de visão computacional para a contagem dos insetos na imagem, obtida pela adição dos superpixels de cada classe. Deste modo, demonstramos como um modelo de aprendizagem profunda pode ser implementado em um sistema de visão computacional de ponta a ponta para operar em um ambiente de campo real, sob diferentes condições de iluminação, tamanho de objeto e variações de fundo. Na etapa de pós-processamento um mapa colorido é gerado, fornecendo uma classe de cada problema (doença ou praga) por segmento e a soma dos superpixels apresenta ao produtor o nível de infestação de uma região da lavoura, ao classificar os segmentos de uma imagem da plantação. Os resultados indicam que os modelos de aprendizagem profunda podem ser usados com sucesso para apoiar especialistas e agricultores no monitoramento de patógenos e pragas nos campos de soja.

    Download: CLIQUE AQUI

  • Data da Defesa: 20/08/2019
+ OS DIREITOS HUMANOS COMO DETERMINANTE DO DESENVOLVIMENTO LOCAL PARA NAÇÕES INDÍGENAS NA AMÉRICA DO SUL
  • Discente:
    • Lamartine Santos Ribeiro
  • Resumo:

    A presente tese, resultado de pesquisa bibliográfica tem como objetivo a extensão da concepção de Direitos humanos para além dos ordenamentos positivados dos Estados Nacionais que representam uma hegemonização cultural, para se pautar pela interculturalidade em razão da diversidade cultural típica da América do Sul, com suas nações indígenas, originárias do território ocupado pelos colonizadores europeus. A partir da visão dos Direitos Humanos pelo prisma da Interculturalidade, é possível garantir um desenvolvimento local pela perspectiva humana, ou seja, os Direitos Humanos, assume importância como determinante do desenvolvimento local, notadamente para as nações indígenas. A cultura hegemônica do colonizador se reflete em um sistema jurídico positivista, diferente da cultura dos povos nativos, cuja expressão jurídica é consuetudinária. Os Direitos Humanos evoluíram como uma proteção do indivíduo em sua relação com o Estado, garantindo de forma individual e transindividual, o direito à vida, liberdade, dignidade, justiça, paz, desenvolvimento entre outros. Esses Direitos Humanos foram reconhecidos e têm sido expressos por organismos internacionais como a Organização das Nações Unidas (ONU), Organização dos Estados Americanos (OEA) e Organização Internacional do Trabalho (OIT), em instrumentos normativos como declarações e tratados de várias espécies, como as convenções, cujos termos são vinculantes aos países signatários. Entre os signatários de vários destes pactos internacionais que tratam de Direitos Humanos, inclusive dos que se referem especificamente à questão indígena, como as declarações de direitos dos povos indígenas da ONU e da OEA, além da Resolução 169 da OIT, estão todos os Estados sul- mericanos, tendo estes, em sua maioria, contemplado o respeito à cultura indígena e alguns deles inclusive estabelecido em suas constituições o respeito ao direito consuetudinário indígena, contudo, sempre condicionados aos termos dessas constituiçõesn nacionais e aos Direitos Humanos internacionalmente reconhecidos. Tal postura representa a prevalência de uma multiculturalidade, em que uma cultura é hegemônica e não uma interculturalidade, na qual as culturas se equivalem e mantém o diálogo para atingir a pacificação em situações de conflitos nas comunidades. Uma figura jurídica que traz essa possibilidade é a Justiça Restaurativa, que vai além do positivismo, privilegiando formas tradicionais de solução de conflitos nas comunidades, inclusive com aplicação em comunidades indígenas. Destacam-se também situações pontuais, em que alguns juízes deixam de aplicar as normas positivistas para respeitar as formas tradicionais das nações indígenas de solução de conflitos internos, contudo, essas atitudes não gozam de segurança jurídica. É necessário que se efetive nos Estados Nacionais a visão já existente de Direitos Humanos consuetudinário que transcende as positivações nacionais e internacionais, para que os sistemas jurídicos positivados aceitem a coexistência com o consuetudinarismo das nações indígenas que habitam seus territórios, como elemento para que esses povos possam experimentar um desenvolvimento local pelo prisma de um humanismo axiologicamente adequado às suas culturas. Para a consecução da hipótese estabelecida nesta tese, optou-se pelo método empírico-analítico, cujo rigor científico foi contemplado pela vasta revisão bibliográfica efetivada.

  • Data da Defesa: 02/08/2019
  • Download: Clique aqui
+ APRENDIZAGEM PROFISSIONAL PARA ADOLESCENTES EM CUMPRIMENTO DE MEDIDA SOCIOEDUCATIVA COM RESTRIÇÃO DE LIBERDADE: DESENVOLVIMENTO HUMANO E REINTEGRAÇÃO SOCIAL
  • Discente:
    • Simone Beatriz Assis de Rezende
  • Resumo:

    Trata-se de pesquisa sobre aprendizagem profissional empregada para promover o Desenvolvimento Humano e auxiliar na reintegração social de adolescentes em cumprimento de medidas socioeducativas com restrição de liberdade. De acordo com a Constituição Federal de 1988, é dever da família, da sociedade e do Estado assegurar à criança e ao adolescente, com absoluta prioridade, a garantia de seus direitos e colocá-los a salvo de qualquer tipo de violência ou ato que comprometa seu desenvolvimento. Entretanto, os jovens são as principais vítimas dos homicídios no Brasil e a média de idade da população carcerária é cada vez mais baixa, o que revela a violência vivenciada por eles. Diante de seu processo de desenvolvimento, o adolescente possui vulnerabilidades singulares, deixando-o mais suscetível aos fatores de riscos, que potencializam as consequências negativas, se não houver fatores de proteção adequados, podendo levar ao cometimento do ato infracional. Dentre esses fatores de riscos estão a exploração do trabalho infantil, inclusive, das piores formas como o tráfico de drogas, ausência de educação de qualidade, a pobreza, o uso de substâncias entorpecentes, o rompimento ou fragilidade do vínculo familiar e a deficiência das políticas públicas para as crianças e adolescentes. Justifica-se a realização da presente pesquisa para compreender a realidade e expectativas desses adolescentes, que pode contribuir para melhorar seu atendimento pelo poder público, reforçar o sistema de proteção integral, garantindo-lhes a inclusão em políticas públicas, com vistas à sua reintegração social, ou seja, o retorno à família e à coletividade. Verificar a viabilidade da aprendizagem profissional na reintegração social do adolescente em cumprimento de medida socioeducativa com restrição de liberdade, especificamente na perspectiva do trabalho e do desenvolvimento humano, constitui o objetivo geral da pesquisa. Os objetivos específicos foram três, quais sejam, identificar o significado da aprendizagem profissional na percepção do adolescente e do egresso; averiguar se a aprendizagem profissional contribuiu para o acesso ao mercado de trabalho do egresso; e conhecer as condições sociais dos adolescentes, que cumprem ou cumpriram medidas socioeducativas com restrição de liberdade, inseridos no curso de aprendizagem profissional. A pesquisa é qualiquantitativa, com base no método hipotético-dedutivo, com abordagem sistêmica, com base na Teoria Bioecológica de Desenvolvimento de Urie Bronfenbrenner. Como fonte primária utilizaram-se entrevistas realizadas com adolescentes nos Estados de Mato Grosso do Sul, Rio Grande do Sul e Rio de Janeiro. Como fontes secundárias consultou-se bibliografia específica sobre as temáticas abordadas e como pesquisa documental analisaram-se autos judiciais de execução de medidas socioeducativas dos sujeitos da pesquisa. Na análise e interpretação dos dados de fontes primárias optou-se pela técnica de análise de conteúdo de Laurence Bardin. Como resultado, pelas manifestações dos adolescentes constataram-se os benefícios trazidos pelo curso de aprendizagem, como elevação da autoestima, motivação para os estudos, ampliação de suas perspectivas de futuro, desvelamento do mundo do trabalho e mudança do significado da visão do mundo do crime, auxiliandoos à reintegração social e no desenvolvimento humano.

  • Data da Defesa: 07/06/2019
  • Download: Clique aqui
+ Este é nosso corpo, a terra: Caminhos e palavras Avá Guarani/Ñandeva de Porto Lindo (Jakarey) Yvy Katu para além do fim do mundo
  • Discente:
    • Yan Leite Chaparro
  • Resumo:

    A tese intitulada “Este é nosso corpo, a terra: caminhos e palavras Avá Guarani/Ñandeva de Porto Lindo (Jakarey) Yvy Katu para além do fim do mundo” já tem no seu título o sentido básico de todo trabalho, a perspectiva do conceito de envolvimento como produção de realidade Avá Guarani/Ñandeva que revela caminhos e palavras para além do fim do mundo, ou melhor, para além da invenção branca de desenvolvimento. O trabalho entende os Avá Guarani/Ñandeva como uma sociedade com densidade própria, em relação de simetria com a sociedade que a circunda. Em simetria, pois ambas são sociedades que possuem suas cosmologias, organização social, modos de existir, de ser e de fazer a vida. Em simetria, mas não necessariamente em harmonia, pois tecem caminhos contrários para produzir a sua realidade. Para os Avá Guarani/Ñandeva, essa produção acontece mediante movimentos de envolvimento enquanto que, para a sociedade marcada pelo movimento de aceleração capitalista/moderno, acontece no chamado desenvolvimento. Daí o ponto central de toda a tese. Trata-se de visões de mundo simétricas e tensionadas. Essa centralidade nos conduz a ouvir e construir juntos um discurso com os Avá Guarani/Ñandeva, de Porto Lindo (Jakarey) Yvy Katu sobre a cosmologia capitalista e desenvolvimentista, produzida pela sociedade moderna, a invenção branca de desenvolvimento. O provoca a reflexão sobre o envolvimento como proposto pelos Avá Guarani/Ñandeva como forma/conteúdo de radical sofisticação para além do fim do mundo de humanos e não-humanos, questionando a hegemonia da invenção branca como sendo mais um mito fundador, que pode ser visto com outros olhos, e redimensionado – aqui, na imagem do sempre visto e esperado fim do mundo.

  • Data da Defesa: 22/02/2019
  • Download: Clique aqui
+ A MEDIAÇÃO E A EDUCAÇÃO COMO RECURSO DE EMPODERAMENTO E PACIFICAÇÃO SOCIAL EM VISTA DO DESENVOLVIMENTO LOCAL
  • Discente:
    • Elaine Cler Alexandre dos Santos
  • Resumo:

    O presente trabalho faz parte da tese de doutoramento intitulada “A mediação e a educação como recurso de empoderamento e pacificação social para o desenvolvimento local” e trata da mediação, educação, empoderamento e desenvolvimento local. O objetivo geral do presente trabalho foi analisar o papel e os impactos do processo da mediação na resolução dos conflitos sociais, como fator de integração da cultura e identidade do território vivido, assim como a formação dos jovens universitários na condução de um mundo pacificado por essa justiça negociada, por meio da mediação. O problema que se levantou na presente pesquisa diz respeito, de um lado, ao conhecimento mais preciso de como vem sendo implementada a prática da mediação, para melhor conhecer essa dinâmica junto aos mediadores e partes envolvidas, seja em termos de impactos positivo como de limitações. De outro, se por meio dos cursos de Direito, poder-se-ia pensar em como formar as novas gerações para serem indutoras desse processo e, em que medida os estudantes já apresentam interiormente e espiritualmente preparados para essa transformação no seu aprendizado? O presente estudo contou, inicialmente, com pesquisa bibliográfica, documental e de forma complementar, também estatística, a respeito do levantamento dos processos ocorridos na Comarca de Campo Grande - MS e com questionários com perguntas abertas respondidas por alunos. Com base na educação e no cultivo do sonho de uma sociedade mais pacífica e sustentável, pensa-se em uma universidade salesiana que possa contribuir no cuidado com os jovens que farão uso da mediação no futuro, num processo dialogado entre as coletividades locais e o Estado Nacional. 

  • Data da Defesa: 23/11/2018
  • Download: Clique aqui