Presidente da Finep confirma edital de R$ 300 milhões que contempla o Centro-Oeste

03/05/2024 - 8:45 - UCDB

Fonte: Gilmar Hernandes

Veja as últimas notícias da UCDB para você que está interessado em UCDB

A Universidade Católica Dom Bosco (UCDB), por meio da Pró-reitoria de Pesquisa e Pós Graduação, recebeu na noite de ontem (2), o presidente da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), Celso Pansera, que ministrou a palestra “Papel da Finep na Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação” e confirmou um importante edital para três regiões do Brasil. 

O Reitor da UCDB, Padre José Marinoni agradeceu o esforço da deputada federal Camila Jara com a preocupação dela com o Estado de Mato Grosso do Sul e trazer o presidente da Finep para palestrar. “É nesse sentido que nós estamos aqui hoje não pensando na UCDB mas pensando em Mato Grosso do Sul. Pensem junto, porque as instituições sozinhas não vão conseguir. Vamos juntar as forças para o bem do nosso Estado e para o bem do futuro de tantos jovens que sonham com dias melhores”.

Pansera apresentou diversos dados sobre investimentos em inovação e confirmou o lançamento para este mês de um edital para beneficiar três regiões do Brasil (Norte, Nordeste e Centro-Oeste). “Teremos, neste mês de maio, um edital de R$ 300 milhões só para essas três regiões para que não concorram com as grandes universidades do Sudeste e do Sul, que já tem uma história de investimento muito grande. Precisamos reduzir essas diferenças regionais, apostar também em editais específicos para a região de vocês”, destacou o presidente da Finep. 

Ele ressaltou ainda que osistema de ensino brasileiro consegue absorver de 10 a 12 mil mestres, doutores e pós-doutores por ano, mas a produção é o dobro. “Temos que gerar um mercado de trabalho para essas pessoas, porque senão elas não vão estudar, ou quando são muito promissoras acabam indo para o exterior”.

Segundo o palestrante, a Finep que opera programas por meio de apoio financeiro reembolsável e não reembolsável e de investimento do Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FNDCT), ligado ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, vai arrecadar neste ano R$ 12,7 bilhões. “Isso significa que a ciência brasileira tem um fundo agora que pode fazer frente aos desafios do desenvolvimento científico e da inovação na economia brasileira. A previsão do fundo é arrecadar nos próximos anos sendo em 2025, R$ 15 bilhões; em 2026, R$ 16,7 bilhões; em 2027, R$ 18,1 bilhões; em 2028, R$ 19,7 bilhões”. 

A deputada federal de MS, Camila Jara, reforçou a importância da pesquisa para o desenvolvimento do País. “Cabe a cada um de nós aqui nos movimentarmos para buscar soluções para esses problemas que a gente enfrenta. A gente tem que cobrar do governo federal, do governo estadual, das universidades, para que a gente possa desenvolver pesquisa com qualidade”. 

Antes de iniciar a palestra, o presidente da Finep conheceu a Pátio e os laboratório de biotecnologia UCDB. O evento ocorreu no anfiteatro Dom Aquino (bloco B) e contou ainda com a presença dos pró-reitores Taner Douglas Alves Bitencourt (Administração), Cristiano Marcelo Espínola Carvalho (Pesquisa e pós-graduação), Rúbia Renata Marques (Graduação e Extensão), do diretor-presidente da Fundect, Márcio de Araújo Pereira, de coordenadores de programas de pós-graduação, representantes de outras instituições de ensino superior, pesquisadores, acadêmicos de iniciação científica e graduação.

Notícias


04/07/2024 - 12:19 - Mestrados e Doutorados

Católica está com inscrições abertas para programas de mestrado e doutorado

Vagas são para Psicologia, Biotecnologia, Desenvolvimento Local e Ciências Ambientais e Sustentabilidade Agropecuária



02/07/2024 - 08:32 - Graduação

Acadêmicos de Publicidade e Propaganda promovem festa junina solidária

Evento arrecadou produtos de higiene e limpeza para enviar ao Rio Grande do Sul