Indique a um amigo

ARTIGO: Biossegurança é estratégia chave para volta gradual da rotina nas grandes cidades

15/04/2020 - 11:00 - Artigo

Fonte: Artigo escrito por Dra. Rocheli Carnaval Cavalcanti, coordenadora do curso de Engenharia Sanitária e Ambiental da UCDB

Dra. Rocheli Carnaval Cavalcanti, coordenadora do curso de Engenharia Sanitária e Ambiental da UCDB

Veja as últimas notícias da UCDB para você que está interessado em Artigo

A Biossegurança hoje é a principal ferramenta, se bem aplicada, para a volta gradual da população as atividades sócio econômicas nas grandes cidades, reduzindo o isolamento social proposto pelas autoridades governamentais, pois, entre as suas principais linhas de ação estão as práticas de prevenção, controle e contenção que podem ser implementadas para evitar a exposição não intencional ou acidental das pessoas a patógenos, no caso atual, ao novo coronavírus, causador da doença infecciosa Covid-19.

O processo completo de biossegurança abrange as seguintes etapas: analisar previamente os riscos a que estão expostas as pessoas em seus locais de trabalho, para ser feito uma avaliação preliminar do grau e intensidade dos mesmos, e com isso executar o gerenciamento dos riscos presentes, que compreendem as contenções primárias e secundárias, como também a implantação da cultura de biossegurança.

Como todo procedimento técnico apresenta certa complexidade à medida em que os processos de trabalho e convívio apresentam muitos elementos a serem analisados como: número de funcionários e clientes; número de atividades e seu grau de dificuldade ou nível de proximidade; o espaço físico do ambiente de trabalho; os turnos de trabalhos; os equipamentos de proteção individual necessários; e as condições ambientais presentes. 

Além dos procedimentos de análise dos riscos, é importante a construção de um protocolo de práticas e contenções que garantam a segurança e proteção da saúde dos trabalhadores e frequentadores dos ambientes, como também a inibição da disseminação da doença epidêmica. Este protocolo de biossegurança deve ser embasado em legislações federais, estaduais e municipais e, criteriosamente desenvolvido e aplicado por profissionais habilitados com atribuições em biossegurança.

A implantação dos processos de biossegurança em ambientes de trabalho, agora por força de lei, com certeza será um grande passo dado em direção das práticas seguras e saudáveis de trabalho e convívio, bem como a higienização pessoal e dos ambientes, pois, hoje estamos enfrentando a Covid-19, mas outras doenças existem em nossa sociedade, que poderiam ser minimizadas em seu poder de contaminação, principalmente em ambientes hospitalares, de saúde e estética, de profissionais e pacientes.

As pessoas com certeza sentirão mais confiança e segurança em retornar a frequentar os locais de preferência após a implantação dessas práticas e, com isso teremos a gradual volta das atividades, sendo constantemente conduzidas a exercitar as práticas de biossegurança.

O mundo não será o mesmo após essa pandemia e, muitos hábitos de higiene farão parte do cotidiano das pessoas, bem como a exigência por ambientes mais seguros do ponto de vista da biossegurança, que a partir de agora fará parte definitivamente de nossa vidas. 

Notícias


19/10/2020 - 08:44 - Graduação

Participação do Brasil na Segunda Guerra Mundial é tema de webinar na UCDB

Transmissão será pelo YouTube oficial da UCDB


16/10/2020 - 07:40 - Mestrados e Doutorados

Plano diretor de Porto Murtinho deve entrar na fase de audiências públicas

Grupo é composto por pesquisadores da UCDB, UFMS e UEMS


09/10/2020 - 12:37 - UCDB

Comissão Interna de Prevenção de Acidentes realiza 22ª Sipat na terça

Evento traz orientações aos colaboradores da UCDB