Indique a um amigo

Grupo de resgate técnico de animais liderado pela UCDB vira referência em evento nacional

13/05/2021 - 9:26 - Pesquisa

Fonte: Gilmar Hernandes

Professora Dra. Paula Helena Santa Rita durante palestra

Veja as últimas notícias da UCDB para você que está interessado em Pesquisa

O Grupo de Resgate Técnico Animal Cerrado e Pantanal (Gretap/MS), liderado pela Universidade Católica Dom Bosco (UCDB) e o Conselho de Medicina Veterinária de Mato Grosso do Sul (CRMV-MS), vira referência em resgate de animais. Isso porque, nesta terça-feira (11), a coordenadora do Biotério da Católica, a médica-veterinária e bióloga, professora Dra. Paula Helena Santa Rita, que lidera o grupo, ministrou palestra no por videoconferência, no 1º Encontro Nacional sobre Desastres em Massa envolvendo Animais, organizado pela Comissão Nacional de Desastres em Massa Envolvendo Animais (CNDM) do Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV).

“O objetivo da comissão é trabalhar em conjunto com os regionais para padronizar protocolos em todo o território nacional para as diferentes situações e, além do atendimento imediato dos animais vítimas de desastres, já percebemos a necessidade de trabalhar também as medidas após os acidentes”, explicou a professora, que destacou diferentes desastres ocorridos nas cinco regiões, de 2000 a 2021, incluindo as grandes catástrofes causadas por chuvas intensas, queimadas, rompimentos de barragens, vazamento de óleo, incêndios, inundação, enchente e seca, e o resgate técnico animal ainda fica muito a desejar. A professora integra a CNDM e preside a Comissão Estadual de Medicina Veterinária de Desastres (CEMVD) e Comissão Estadual de Animais Silvestres (Ceas), ambas do CRMV-MS).

Resgate no Pantanal

A UCDB, por meio do Biotério, iniciou uma campanha de arrecadação de dinheiro e donativos (alimentos e medicamentos) para levar aos animais que acabaram feridos nos incêndios do Pantanal iniciados em setembro do ano passado. Paralelamente,  um grupo de professores e acadêmicos de Medicina Veterinária da Católica iniciou a mobilização para atendimento e resgate dos animais da região. Sete meses depois houve a formalização do Grupo de Resgate Técnico Animal Cerrado e Pantanal (Gretap/MS) pelo Governo do Estado de Mato Grosso do Sul. O grupo continua executando ações preventivas e de assistência para que a população e os animais não voltem a sofrer com as queimadas.

Mensalmente o Gretap leva para a Serra do Amolar uma tonelada de frutas doadas pela Energisa, que são fornecidas à população ribeirinha e aos animais. Os pontos de distribuição de alimentos são monitorados através de armadilhas fotográficas.

O Gretap também é formado pela Semagro, Imasul, Ibama, Instituto Tamanduá, Instituto do Homem Pantaneiro, Fundação Municipal do Meio Ambiente de Corumbá, UFMS e PMA.

Fortalecer trabalho

O evento, que contou com a participação de representantes de 24 conselhos regionais de medicina veterinária do Brasil, teve o intuito de unificar e fortalecer os trabalhos de resgate de animais em desastres em massa realizados nos Estados, iniciado pelo Gretap. “Que seja o primeiro de muitos para estreitar o diálogo e os debates técnicos sobre um tema tão complexo e desafiador, multiprofissional e multidisciplinar, que requer profissionalismo em nossa atuação, credibilidade nos produtos que preparamos, confiança em nossa capacidade técnica por parte dos órgãos de atuação em situações de desastres”, enfatizou a coordenadora do encontro, a médica-veterinária Laiza Bonela, presidente da CNDM.