Indique a um amigo

Histórias das vítimas da Covid-19 em MS serão retratadas por acadêmicos voluntários da UCDB

26/06/2020 - 7:00 - Graduação

Fonte: Gilmar Hernandes

Site Inumeráveis

Veja as últimas notícias da UCDB para você que está interessado em Graduação

Como forma de homenagear as vítimas do novo coronavírus em Mato Grosso do Sul, o curso de Jornalismo da Universidade Católica Dom Bosco (UCDB) selou uma parceria voluntária como o site Inumeráveis, que tem contado as histórias das mais de 54 mil pessoas que perderam a vida para essa doença. Antes de iniciar os trabalhos, os acadêmicos voluntários participaram de uma palestra sobre luto para ajudar na abordagem dos familiares das vítimas. A Católica é a única a participar do projeto no Estado. 

A acadêmica Brenda Machado, do 7º semestre de Jornalismo, conta como foi a primeira abordagem para relatar a história de uma das vítimas da Covid-19. “Como o luto é um assunto muito delicado, sempre existe aquela tensão, de como o parente vai reagir ao nosso contato. Procurei seguir as orientações que nos passaram, me apresentando, falando do projeto voluntário. O filho de uma das vítimas, apesar de toda a dor, foi bastante receptivo e me forneceu os dados para escrever o relato e também o  aprovou”, conta a acadêmica.

Ela destacou ainda que os familiares passam por um processo de luto de uma forma muito drástica. “Eles não têm oportunidade de ver a pessoa, de estar perto e até mesmo realizar o velório juntamente aos familiares. O site Inumeráveis tem essa proposta de acolhimento, pois quando você vai até a pessoa, quer prestar uma  homenagem, mostrar que ela foi especial e não é apenas mais uma vítima”. 

Para a coordenadora do curso de Jornalismo da UCDB, a jornalista Inara Silva, além de homenagear as inúmeras vítimas da Covid-19 em Mato Grosso do Sul, os acadêmicos também poderão exercitar outros estilos de textos para escrever os relatos. “A gente vai misturar alguns gêneros jornalísticos para fazer uma homenagem a essas pessoas. Ao mesmo tempo que os acadêmicos estarão exercitando a apuração, a técnica da entrevista e a redação”, explica.

Conforme a jornalista, esse trabalho voluntário é um exercício de jornalismo completo da apuração a publicação, além de um exercício de humanidade. “Você se colocar no lugar do outro, trata essas pessoas com o respeito que elas merecem e dá para elas um lugar na história que elas merecem”, completa Inara.

Os relatos, em forma de homenagens às vítimas da Covid-19 em Mato Grosso do Sul e no restante do Brasil, surgiu após um questionamento compartilhando de um artista plástico sobre os impactos causados nas famílias que perderam seus entes queridos e acolhido por outros profissionais. “As parcerias são mais do que importantes, elas são fundamentais para tudo que estamos conquistando com o site Inumeráveis. A gente percebe a mudança de narrativa, a gente entende que de alguma forma colaboramos para que as abordagens a respeito da pandemia sejam mais humanas. Ajudamos a dar rostos aos números que antes estavam sendo expostos. Os números são importantes para se ter uma dimensão do que está acontecendo, pois um estádio de futebol inteiro de pessoas morreram nessa tragédia aqui no Brasil e isso em apenas três meses. Conseguimos trazer as histórias das pessoas para o foco e isso foi uma conquista importante, junto com a colaboração de muitas pessoas”, destacou um dos responsáveis pelo projeto, Rogério  Zé, produtor de eventos.

Notícias


18/09/2020 - 03:00 - UCDB

UCDB arrecada doações para tratamento de animais vítimas de incêndio

As colaborações podem ser feitas em dinheiro ou em medicamentos



09/09/2020 - 01:30 - Extensão

Projeto Click Verde recebe moção de congratulação da Câmara de Vereadores

Trabalho dos extensionistas foi reconhecido pelos parlamentares