Liturgia Diária

O Reino de Deus é o tesouro mais importante da nossa vida (Mt 13,44-46)

  O exemplo do homem citado no Evangelho de hoje, mostra-nos a importância que o Reino de Deus tem naquele que encontra esse Reino. O Reino de Deus é um tesouro preciosíssimo; é o tesouro mais importante e mais valioso que podemos encontrar nessa vida.

 

  Damos valor a nossa vida naquilo que é bom e faz bem para nós. Damos valor àquilo que temos certeza de que nos faz bem. Cada um sabe quais são seus bens, seus valores e o que guardamos com preciosidade na nossa vida.

 

  Infelizmente, vivemos numa sociedade de valores invertidos. E, quando os valores se invertem, muitas vezes, os “contravalores” invadem a nossa mente; a nossa casa; a nossa forma de pensar e agir. 

 

  Eu sei que ficamos encantados quando olhamos para a revolução digital. Os produtos digitais trazem para nós: smartphones, relógios e tantas coisas que encantam os nossos olhos. Às vezes, vemos uma pessoa o tempo inteiro com um material desse na mão. Vemos que ela nem olha para o lado e nem dá atenção para os seus, porque inverteu os valores. Não quer dizer que aquele bem não seja necessário, mas ele não é o bem mais precioso. Ele é um bem que nos rouba dos bens essenciais da nossa vida.

 

  Precisamos encontrar o Reino de Deus e, uma vez que nós o encontramos de verdade, nada em nossa vida se torna mais precioso, valoroso e importante. Um outro problema é que muitas pessoas até o encontraram, mas o perderam no meio de tantos bens e valores desse mundo. Ou damos a primazia, a importância devida ao Reino dos Céus e deixamos outros bens no seu lugar, ou viveremos confusos e perdidos em meio a uma sociedade de contravalores, que nos fazem perder os valores essenciais da vida.

 

  Deus abençoe você!